Aurora da Rua - Só mais um site Sites da ASA

Morador de rua morre de frio

morador de rua morre de frio2

(Foto: Eduardo Xavier/Arquivo pessoal)

Na madrugada mais fria do ano em São Paulo, sexta-feira, dia 10, um morador de rua foi encontrado morto na rampa de acesso da estação Belém do Metrô. João Carlos Rodrigues tinha 55 anos e é natural do Paraná. Para a Missão Belém, organização de assistência a pessoas em situação de rua ligada à Igreja Católica, ele morreu de frio. “Não tem sinal de violência”, disse Eduardo Xavier, integrante da instituição.

O corpo foi encontrado por seguranças. A ocorrência foi registrada no 81º Distrito Policial, no Tatuapé. Policiais informaram que a causa da morte só poderá ser apontada pelo Instituto Médico Legal (IML). A Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (SMADS) informou que João Carlos Rodrigues não teve nenhuma passagem por centros de acolhida da rede socioassistencial.

A Prefeitura disse que a abordagem aos moradores de rua é feita “diariamente em todas as regiões da cidade, inclusive nos arredores do Metrô Belém”. A ida para abrigos é uma escolha do morador.

No dia 16 de maio, a SMADS iniciou a Operação Baixas Temperaturas, que intensifica o trabalho de abordagem quando a temperatura chega a 13ºC ou menos. Apenas nesta madrugada foram registrados 10.963 acolhimentos. Esta foi a madrugada mais fria do ano em São Paulo, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). A temperatura mínima registrada na estação do Mirante de Santana foi de 5,5°C.

O recorde do ano havia ocorrido na quinta-feira (9), quando os paulistanos enfrentaram 8,9ºC. A cidade não registrava temperaturas mínimas tão baixas para um mês de junho desde 2011, quando a mínima foi de 6,1ºC.

A média da temperatura na região metropolitana nesta sexta foi de 5ºC, de acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE). Apesar do frio, o tempo segue estável, sem previsão de chuva.

Fonte:http://g1.globo.com